Ouvir rádio

Pausar rádio

Offline
PUBLICIDADE
Weather Data Source: 30 tage wettervorhersage
9 º reviver em Cristo recebera no dia 02 de Agosto de 2024 Relíquia do ‘padroeiro da internet’ (Juventude ) Beato Carlo Acutis, com procissão luminosa e Santa Missa.
12/06/2024 10:23 em Arquidiocese de Porto Velho Rondônia

A Igreja Católica atribuiu a Acutis nesta quinta-feira (23) o milagre de curar uma jovem da Costa Rica após um acidente. Ele já tinha um outro milagre reconhecido, quando curou uma criança em Campo Grande, no MS. Morto em 2006 aos 15 anos, Acutis fazia evangelização pela internet.

Por g1

 

 

 

Corpo de Carlo Acutis, que será beatificado em 10 de outubro, fotografado durante cerimônia em Assis, na Itália, em 10 de janeiro — Foto: IPA/Sipa USA

O beato italiano Carlo Acutis teve seu segundo milagre reconhecido pelo Papa Francisco nesta quinta-feira (23). Após o reconhecimento, é esperado que Acutis possa ser santificado pela Igreja Católica, segundo o site Vatican News, Carlo Acutis foi um adolescente católico que morreu de leucemia aos 15 anos em 12 de outubro de 2006, dia de Nossa Senhora Aparecida. Ele fazia evangelização pela web e ficou conhecido como "padroeiro da internet"o entre os fiéis.

 

Uma reportagem desta quarta do Vatican News tratou Acutis como "millennial". Millennials são as pessoas nascidas entre o início da década de 1980 até, aproximadamente, a primeira metade da década de 1990. O beato nasceu em 3 de maio de 1991, em Londres, na Inglaterra, mas passou toda sua vida na Itália.

 

Acutis foi beatificado em 2020 pelo Vaticano após seu primeiro milagre ter sido reconhecido pela Igreja. Na ocasião, ele curou uma criança brasileira que tocou em uma relíquia sua em 12 de outubro de 2010 em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul.

 

 

No segundo milagre atribuído ao beato Carlo Acutis, reconhecido nesta quinta, ele curou uma jovem da Costa Rica após um acidente de bicicleta em 2022. Segundo o Vatican News, a costarriquenha Valeria estava internada com poucas chances de sobrevivência e foi curada dias após sua mãe rezar em sua tomba em Assis, na Itália.

 

 

Por Canção Nova.com

Ser e não ter

Quando anunciou a beatificação de Carlo, o Santo Padre disse que o beato era um exemplo aos jovens porque mostrava que “a verdadeira felicidade está em colocar Deus em primeiro lugar e servi-lo com nossos irmãos e irmãs”.

 

Para padre Fábio, a sociedade contemporânea tem uma ideia muito errada do que é felicidade. “As pessoas colocam a felicidade no ter: ‘quero ser feliz quando tiver um carro’, ‘quero ser feliz quando for à faculdade’, ‘quero ser feliz quando ter, ter, ter isso ou aquilo’. A felicidade não é fim, é meio. Tenho que ser feliz hoje, buscando cada vez mais viver os valores que Deus me apresenta”, pondera.

 

Carlo, segundo padre Fábio, tinha como conceito de felicidade os olhos voltados para Deus. A juventude, porém, encara este conceito voltado à imanência no tempo. “Como se meu ser fosse o que tivesse e não é só isso. É ter este olhar voltado para Deus. Posso viver as coisas mundo, mas não tê-las como centro absoluto da minha. Carlo incluiu Jesus em seu projeto de vida. A felicidade plena é Deus”, finaliza.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!